terça-feira, 6 de outubro de 2009

Experiencia de amamentação

Infelizmente não posso dizer que tive uma boa experiencia, só espero que caso venha a ter mais um filho não cometa os mesmo erros que cometi com a Constança. Tudo correu mal, desde o inicio. Logo no primeiro dia na Cuf a Constança não pegava no peito ( ou então era a minha falta de experiencia) , pedi ajuda aos enfemeiros que tentaram a todo o custo po-la a mamar.
Ela adormecia sempre e quanto começou a pegar um bocadinho melhor o meu peito começou a gretar e a ganhar feridas.
A opinião dos enfermeiros foi de parar de dar de mamar pois só iria piorar, as dores eram terriveis e cada vez que lhe tinha de dar de comer era um autentico de terror parar mim. Tentei, a sério que tentei, para que a minha Constancinha não tivesse que tomar suplemento..mas foi inevitavel.
Claro que como desde o 2º dia tomava biberon quando viemos para casa continuava a não mamar e o meu peito começou a encaroçar. Tivemos que durante a noite ir ás urgencias, as dores eram completamente insuportaveis, bem piores das que tive no nascimento da Constança e por mais que o Henrique me ajudasse com massagens não saia leite nenhum nem sequer com a bomba.
No hospital lá conseguiram aliviar um bocadinho mas as dores eram horriveis.
Tentamos durante várias semanas que a Constança pegasse na mama, mas sem resultado nenhum pois já estava demasiado habituada ao biberon e adormecia.
Apesar de ter frequentado aulas pré parto, e saber alguma coisa sobre amamentação sei que foi a minha falta de experiencia que provocou esta situação.
Se fosse hoje? tentava, tentava, tentava, nem que ela mamasse de 10 em 10 minutos, nem que estivesse 3 horas seguidas a mamar...mas tentava.
A todas voces peço vos que não deixem de tentar, não vão pelo caminho mais facil!! o leite é a maior riqueza que podemos dar aos nossos filhos! Não ouçam o que as mães, avós, amigos, enfermeiros dizem..ouçam o vosso interior, e façam aquilo que desejam e aquilo que acham que é o melhor para o vosso filho!
A minha experiencia não me deu bons momentos, antes pelo contrário, deu me dores, sofrimento, angustia e sentimentos de culpa... A vossa pode dar vos toda aquela magia, toda aquela cumplicidade e toda aquela ternura que tanto eu tanto desejei...

4 comentários:

  1. Lamento a tua má experiência. Comigo também foi dificil nos primeiros dias mas nunca desisti e hoje passados quase dois meses o André só quer maminha. Espero que possa continuar a dar de mamar durante muito tempo!
    Bj

    ResponderEliminar
  2. Ola Ana!

    Tudo o que dizes é bem verdade...
    porque muito que nos custe o leitematerno é a maior riqueza... quando o meu filhote nadceu, ele tb n pegava no peito, mas aprendeu e n desisti... claro que não tive esses problemas (feridas) pk tb o proprio leite punha em volta do mamilo e nunca ficou gretado embora doesse...
    consegui e dei de mamar até aos dois anos e meio (exagero) reconheço...
    mas adorei a experiência:)agora que estou grávida novamente espero pelo menos dar até aos 6 meses!

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Olá,
    Não tive grandes problemas com a amamentação, embora chegasse a ter os mamilos gretados.
    Uma enfermeira ensinou que passando o colostro à volta do mamilo ajuda.
    Embora tivesse leite tinha que dar um suplemento em cima. O mais velhinho mamou até os 19 meses e parei porque o aconselharam, visto que estava grávida do mais novinho, que mamou até os 10 meses.
    O leite materno é o melhor para eles, noto que os meus tesourinhos é raro adoecerem.
    Beijinhos,
    Ana e seus tesourinhos

    ResponderEliminar
  4. Ai, tenho muito medo que me aconteça o mesmo... Sempre achei que dar de mamar é bastante dificil, até porque vi algumas amigas a sofrer como tu. Até agora não tenho feito nada para preparar o peito, mas na proxima consulta vou falar com a medica sobre isso. Bjokas

    ResponderEliminar